Além de câmeras de segurança, preciso de alarmes?

postado em: Segurança eletrônica | 0
Centrais de alarmes são ferramentas fundamentais quando o assunto é segurança patrimonial, este, por sua vez, se deve a questão de servir como um grande aliado a centrais de gravação de imagens, pois como muitos pensam que, câmeras de vigilância por si só será capaz de dar conta de toda a necessidade voltada a segurança dos bens das pessoas é ai onde se enganam. Câmeras de vigilância servem para registrar fatos em formas de imagens e em alguns casos também no formato de áudio (microfones integrados), não falo sobre a questão da pouca utilidade das câmeras de vigilância até porque elas são indispensáveis é claro, se for para iniciar um projeto em segurança eletrônica, recomendo começar por circuito fechado de imagens e depois disso, teríamos controle de acesso e automação.
Acontece que câmeras de vigilância não conseguem informar com precisão a violação em determinados perímetros dos quais não deveriam existir movimento em horários não convenientes, algumas câmeras possuem alarmes por detecção de movimentos dos quais são nada mais do que um sistema de tratamento de imagens onde o dispositivo uma vez configurado percebe que há uma variação de frames no local, dai o mesmo entende que seria uma detecção de movimento… qual a vulnerabilidade desta configuração? Hora, um simples besouro que passar em frente a câmera causará um disparo, uma aranha formando uma teia na frente da lente causará inúmeros disparos, incidência de poeira e vento causará infinitos disparos, em resumo, esta função causa disparos falsos, gerando muita pertubação e perca de confiabilidade pois esperamos que um disparo quando ocorrer que seja real não é verdade? Não falo que essa função não é útil todavia não é o que podemos afirmar como uma das melhores.
Centrais de alarmes monitorados armazenam e enviam eventos para centrais de monitoramento em tempo real, ou seja informando de forma precisa e rápida sobre determinados ocorridos no local, seja um arme, desarme do sistema informando o usuário, data, hora e local, disparos em determinadas áreas de cobertura, falhas em dispositivos ou rede elétrica, acionamento de cargas como motores, portas ou lâmpadas, em fim… segurança eletrônica é um combinado de equipamentos dos quais cada um contém determinada finalidade, no caso das centrais de alarmes e câmeras de vigilância, câmeras são os olhos e alarmes são os ouvidos de sua casa ou empresa.
Longevidade 

Usar o alarme somente para evitar que pessoas não autorizadas entrem nas residências ou empresas é pensar dentro da caixa. Você pode vender muito mais do que já vendeu se usar o alarme para evitar que pessoas saiam das casas ou apartamentos, ou seja, para preservá-las.Sempre ouvimos histórias de crianças que abriram a porta da casa, caíram na piscina e por não saberem nadar, morreram afogadas. Também ouvimos histórias de idosos com Mal de Alzheimer que saíram de casa e nunca mais voltaram, porque não sabiam voltar. Um simples sensor magnético reportaria a uma central de monitoramento quando essas portas fossem abertas de dentro para fora.
Liberdade 

Muitas pessoas não viajam por medo de deixarem seus imóveis sozinhos. Possuem dinheiro, tempo e energia para viajar, mas não liberdade, porque estão presos às suas casas. Vivem numa prisão e se tornaram carcereiros de si mesmos. Então mais do que segurança, eles necessitam de liberdade para saírem de suas casas porque agora elas estão sendo monitoradas.
Processos

 

Mais do que avisar quando um ladrão entra na sua casa ou empresa, você pode monitorar horários de chegada e saída de seus filhos e funcionários, saber quanto tempo ficaram na empresa ou residência. Você pode integrar o painel de alarme a soluções de controle de acesso que vai monitorar, registrar, permitir ou impedir a ida e vinda de pessoas.Distância

 

Os sistemas de incêndio são perfeitos para automatizar processos onde tenha um alto risco para pessoas, seja em locais de alta movimentação ou em nossas casas. Você pode distanciá-las do fogo, colocando um sensor de fumaça para monitorar e avisar ainda no momento inicial do incêndio. Me pergunto porque não temos sensores de incêndio nos quartos de nossos bebês ou sensores de vazamento de gás instalados em nossas casas?

Douglas Alves – Serviços em T.I

alphasolucoestecnologicas.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

5 × dois =